CONECTIVIDADE

Além da Produtividade: Como a conectividade pode ajudar a empoderar as mulheres no campo

Não tem como falar de Agricultura Digital, sem falar de conectividade e cooperação. Assim como em outros momentos da história, navios, trens, rodovias, foram muito importantes para o desenvolvimento, e a bola da vez é a conectividade. 

concetividade

Aretuza Negri

A função da Conectividade

Para muitos, a conectividade é responsável pela obtenção, análise de dados e otimização de processos. Para mim, como entusiasta do impacto social causado pela tecnologia e inovação, vejo como essa conectividade aproxima pessoas, possibilita troca de experiências e cooperação. O bom e velho “trabalhar junto”. 

Em poucos anos, vimos a materialização do que antes ficava no campo das ideias ou nas lembranças de nossa infância, que assistíamos nos episódios dos desenhos animados dos Jetsons. Afinal, quem aqui imaginou que realmente poderíamos fazer reuniões de casa ou até mesmo ter acesso a informações no nosso relógio de pulso?

Em tempos de pandemia fomos a prova viva desse movimento. Conseguimos estar presentes, mesmo se tratando de grandes distâncias geográficas, mostrando mais uma vez, que o agro não para.

O que parecia um futuro distante, hoje já faz parte do nosso presente. O agro também acompanha toda essa evolução. Um agro que por muito tempo teve sua imagem muito enraizada no “dentro da porteira”, hoje, está cada vez mais sustentável, conectado, inovador e tecnológico. O agro não se mostra somente como produtor de alimento, mas como uma grande cadeia, como protagonista da nossa economia, como um agente de transformação.

O papel das mulheres no avanço da conectividade

conectividade

Fonte: Fazenda Conectada

Claro que vejo a participação das mulheres como um fator relevante para impulsionar toda essa transformação. Algo que se comprova pelos dados do Censo Agro de 2017 – o último lançado -, realizado pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística). Segundo a pesquisa, o número de mulheres responsáveis pela gestão de propriedades rurais corresponde a 19% no país, com 946.075 unidades de um total de 5.073.324 estabelecimentos agropecuários – trata-se de um crescimento de 38% em relação ao Censo de 2006, indicando uma tendência de alta que pode se repetir nos próximos levantamentos.

Quando conversamos com mulheres atuantes no agronegócio, podemos perceber, através de seus relatos, que as mesmas sentem-se mais pertencentes e encorajadas a assumir seu papel dentro da cadeia do agro, e muitas apontam a conectividade como um fator importante, pois através dela, é possível conhecer a realidade de outras mulheres, trocar experiências, ter acesso a informações de novos produtos e trazer isso para dentro do ambiente de trabalho.

Este inclusive foi um dos temas abordados no painel Agricultura Digital: Cooperação para trabalhar junto. Conectividade para trabalhar próximo, do qual participei com outras convidadas na última edição do ENMCOOP – Encontro Nacional das Mulheres Cooperativistas, que ocorreu em setembro de 2021.

Reveja abaixo:

Outro ponto relevante que é válido ressaltar, é a forma que a conectividade no agro, impacta   o meio urbano. O que acaba reforçando mais uma vez – principalmente para a sociedade que não visualizada o agronegócio como a força motriz da nossa economia – que o setor vai muito além da produção de alimentos.

Vimos isso materializado no ano de 2021, através do lançamento da Fazenda Conectada Case IH, um laboratório real de 3 mil hectares com máquinas, serviços e pessoas conectadas. Mas, é nessa fazenda que podemos observar muito mais que um ecossistema completo em agricultura digital. Abraçando o ideal de um agro cada vez mais colaborativo, a Case IH e TIM, deram vida ao projeto que impactou de forma muito positiva e significativa, não só o agro mas a vida das pessoas na cidade de Água Boa no interior do Mato Grosso.

A instalação de duas antenas 4G (uma na fazenda e uma no centro de Água Boa), com banda larga instantânea de 700 megahertz, beneficia não somente a propriedade, mas também, todas as comunidades no entorno de Água Boa, cerca de 16 mil pessoas, várias unidades de saúde, 21 escolas e pelo menos 4 universidades.

CONECTIVIDADE

Fonte: Fazenda Conectada

Em resumo, através de ações concretas, o setor vem mostrando cada vez mais que a conectividade possibilita  a construção em bases  sólidas de um agro não só mais tecnológico, trazendo de forma sustentável grandes e crescentes índices de produtividade, mas também possibilita que o setor se mostre cada vez mais humanizado e inclusivo, capaz de falar enquanto cadeia.

Fonte: IBGE e CASE IH

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *